Agatha Christie

Eu sempre gostei muito de ler, acho que herdei da família esse amor pela leitura. Me lembro –ainda no interior de Goiás – que enquanto os amigos tramavam planos para matar aula ou ir as festas, a minha preocupação era encontrar os livros da Coleção Vagalume na biblioteca da escola.

Naquela época não era tão fácil encontrar os livros que eu queria, então eu acabava lendo qualquer coisa que a família disponibilizava.  Resultado? Além do gosto pela leitura, herdei também o amor pela Agatha Christie, a “deusa, louca e feiticeira” dos romances policiais.

Agatha Mary Clarissa Miller (15/09/1890 – 12/01/1976) é considerada a Rainha do Crime. Seus livros foram traduzidos para 45 línguas e em vendas, ela foi ultrapassada somente pela Bíblia e por Shakespeare.

Agatha_christie
O sobrenome Christie veio de Archie Christie, com quem se casou em 1914.

Já comentei aqui sobre a minha paixão por jogos e livros de detetive e parte da diversão nas histórias da autora é tentar resolver o caso apresentado. A base das histórias normalmente se repete: um crime acontece e envolve um número X de pessoas. Ao longo do livro, suspeitos e testemunhas são ouvidos e se usarmos nossas células cinzentas, é possível descobrir o culpado antes do final.

A linguagem é bastante simples e os personagens são interessantíssimos – pra não dizer excêntricos. Como por exemplo, os meus detetives favoritos:

poirot
David Suchet como Poirot

Hercule Poirot: com sua cabeça em formato de ovo e bigodes bem cultivados, o detetive belga é sinônimo de perfeccionismo e precisão.  Modéstia não faz parte do vocabulário do personagem que gosta de dizer que ninguém usa corretamente as “pequenas células cinzentas” e se considera “a maior mente na Europa”.

Geraldine McEwan como Miss Marple
Geraldine McEwan como Miss Marple

Miss Marple: não é uma detetive comum, entre suas alegrias estão tricô, jardinagem e fofocas. Uma senhorinha que gosta observar todos os aspectos da natureza humana e não dá ponto sem nó. O seu lema é “Nada é o que parece”.

Agatha Christie é a única escritora (mystery writer) a ter criado dois detetives mundialmente famosos, mas você também pode desvendar crimes com Tommy and Tuppence, Parker Pyne e Harley Quin.

Se você leu esse post até aqui, deve estar esperando que eu fale sobre um livro em particular, mas dessa vez não farei isso ou esse texto ficará imenso. São muitos livros, além de filmes e trabalhos na tv baseados em obras da autora. Porém, se você ficou curioso e não sabe por onde começar nesse mar de opções, eu indico Assassinato no Expresso Oriente, O Assassinato de Roger Ackroyd, Por que não pediram a Evans? e Os Elefantes não Esquecem.

Ah, um aviso: em tempos de CSI e de tecnologias super avançadas, talvez você estranhe os métodos usados para solucionar os crimes. Vale lembrar que são clássicos.

osquatrograndes

#TEJEAVISADO

Mariana

mari

Anúncios

3 comentários sobre “Agatha Christie

  1. Conheci Poirot nos últimos dias e pretendo conhecer Miss Marple em breve. Agatha tem realmente uma literatura simples e muito eficiente, e uma trama excelente e bem construída. Acabei de escrever sobre “Os crimes ABC” no meu blog. rs
    Beijinhos

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s